Solicite
um orçamento

Dicas

DICA DE ESPECIALISTA

Por Simone Las Casas

As 10 principais tendências para negócios de spa para 2015

Como o negócio spa amadurece em um fenômeno cada vez mais global, estamos vendo um crescente nível de especialização, profissionalização e foco interdisciplinar. Neste artigo, a especialista do mundo dos spas, Sonal Uberoi explora as 10 principais tendências de negócios para esse ano. Descubra como você pode otimizar o seu negócio e gerar mais receita em 2015.

2

1. Relações mais estreitas entre os investidores, operadores de spa e operadores de hotéis
Em 2014, vimos uma desconexão permanente entre essas partes interessadas, sustentado pelo aumento do número de abertura de spas em mercados emergentes, muitas vezes em áreas de recurso ou como parte de hotéis de luxo. Como resultado direto, muitos spas nestes mercados emergentes não têm o mesmo foco de negócios como os independentes fora da indústria do hotel. Além disso, o turismo de bem-estar mundial trouxe novos investidores para o mercado, incluindo muitos que não são especialistas e entendedores de spas. Esses investidores colocaram dinheiro em empresas de spa, mas tinham expectativas irreais sobre o retorno de seus investimentos.
Tendo um spa no interior da instalação de um hotel, aumenta-se o valor do referido complexo, proporcionando retornos significativos. Como resultado direto, então, os investidores inteligentes devem considerar não apenas a linha de fundo dentro do setor financeiro do spa, mas também os benefícios e receita que estão indiretamente sendo trazidos para a empresa como um resultado do spa aí localizada.

É fácil ser pego no pensamento de o que os investidores e operadores querem, mas se não agradar aos clientes, em seguida, o retorno sobre o investimento spa será provavelmente extremamente decepcionante. Tendo isso em mente, podemos prever que os investidores de spa e os proprietários do hotel irão começar a olhar além das expectativas para 2015 e ver o fato maior. Como Elaine Fenard, sócio da Estratégia Spa, diz: “No final do dia o que o investidor, operadora e consumidor querem é o mesmo: um bom investimento que constrói uma operação bem sucedida e uma grande experiência ao consumidor. ”

2- Mais Especialização

A indústria de spa é vasta e existem vários tipos de serviços e tratamentos no mercado, e estão sempre surgindo novos, especialmente em mercados emergentes. Os Spas estão percebendo a importância de se diferenciar.
As principais áreas de especialização de spas e que estão em constante emergência e receberão ainda mais destaque em 2015 são:
1. Águas termais: Nunca houve um momento mais quente para águas termais, com mais e mais pessoas que procuram esta experiência acessível e esse benéfico natural que é o spa terapêutico.
2. A suspensão de gravidade: Tanques de flutuação, câmaras e piscinas são destaques nos spas. A prática da Yoga também é um grande destaque.
3- Ginática e Estética: A atividade física e tratamentos estéticos tornou-se um ingrediente importante na vida da maioria das pessoas..

3. A abordagem “lean” de negócios spa
Esta abordagem baseia-se na metodologia “lean” startup de Eric Ries. A abordagem lean é sobre aprender o que seus clientes realmente querem, testando a sua visão de forma contínua, adaptando e ajustando antes que seja tarde demais.
Operadores de spa experientes já estão percebendo que há dois lados para se dar atenção na hora de abrir um spa:
1. O que o investidor spa quer criar e construir, e
2. o que o consumidor realmente quer em termos de suas necessidades de bem-estar

1

Em 2015 nós prevemos que vamos ver mais operadores de spa educando investidores e hoteleiros sobre a importância de seguir o consumidor e suas necessidades.
Nós também prevemos que em 2015 terá mais gerentes de spa inspirando-se na máxima de Eric Ries: Construir, Medir, Aprender, à medida que cada vez mais apreciam a necessidade de serviços e tratamentos e quaisquer outras alterações que pode querer fazer a sua empresas antes de investir quantias significativas de dinheiro em novas instalações, equipamentos, terapeutas, etc.
Também vamos ver um aumento de gerentes de spa, hoteleiros e investidores com foco em extrair o máximo lucro de suas operações de spa existentes, e de oferta de tratamento e serviços, como podem comercializá-las de formas mais eficazes para cada um dos seus públicos-alvo.

4. Os gestores Spa estão se tornando mais especialista
À medida que a indústria está crescendo, e tornou-se mais madura, existe uma tendência crescente para os gestores de spa tornarem-se mais especializado. Gestores continuarão a se especializar em diferentes setores da indústria:, operações, spas médicos, só para mencionar alguns. Além disso, como gerentes de spa ganhar mais experiência. Os gerentes de spa estão reconhecendo que tipo de spas que eles realmente gostam de trabalhar e querem aproveitar a sua experiência.
Veremos também o mercado (investidores, hoteleiros, donos de spa) continuar a olhar para os gestores de spa que não necessariamente possuem um diploma de gestão de spa, mas que têm experiência na gestão de um certo tipo de spa em um determinado mercado.

Anteriormente, vimos uma tendência específica para os gerentes de spa mas, mais recentemente, temos visto uma crescente demanda por terapeutas com uma forte conhecimento de terapias e operações para atuar como gerentes de spa. Este é especificamente o caso em spas de hotel, onde o diretor de operações já tem a visão de negócios para dirigir um negócio, mas não o conhecimento de como gerir o dia-a-dia de um spa. Prevemos que esta tendência continuará em 2015.

4

5. Os gestores de Spas usarão Internet para a auto-educar
Existem hoje no mercado muitos cursos disponíveis sobre gestão de qualidade de spas , alguns online. No entanto, os preços para estes cursos ainda são extremamente elevados em comparação com o que os gerentes de spa estão sendo pagos. Isso significa que os gerentes de spa que querem melhorar suas habilidades podem procurar por recursos na Internet para continuar a sua educação.
Esses recursos incluem blogs escritos pelos principais profissionais da indústria, apresentações de slides derivados de conferências e palestras, além de artigos em profundidade por publicações do setor e organizações, como o Global Spa and Wellness Summit. Esta última tendência também é enriquecida pelo surgimento de publicações da indústria destinados a mercados emergentes, como o Spa Professional México.
Também há ainda muita confusão em torno da questão sobre quais cursos, recursos e sugestões de treinamento são confiáveis e aceitos pela indústria.

Infelizmente, as empresas ainda parecem relutantes em investir em treinamento para gerentes de spa Esperemos que, de 2016, se não for 2015, surjam mais empresas que percebam que investir na educação dos gerentes de spa é realmente uma ótima maneira de melhorar seu conhecimento, bem como para orientar seus funcionários através de percursos de formação confiáveis.

6- Foco nos indicadores de Desempenho
Prevemos que 2015 verá um foco maior sobre os Indicadores de desempenho essenciais que spas precisam seguir para obter maior sucesso. Podemos ver isto com esse nosso relatório com as 10 tendências para negócio de spas para 2015.
Veremos também um maior interesse na aferição de como gerentes de spa e gerentes de hotéis não só olham para o que os outros spas estão fazendo, mas também ver o que um spa pode esperar obter dadas as suas realidades empresariais (comportamentos de consumo, económicas, localização, os desafios de pessoal, especialidades operacionais, e assim por diante).
Por exemplo, um gerente de spa de um spa resort nas Maldivas vai esperar ter uma taxa de captura de clientes do hotel de 55%, enquanto que um gerente de spa de um hotel em Hong Kong ficaria feliz com uma taxa de captura de 3-5%
A tendência crescente de abertura no espaço digital também está vendo a quebra de barreiras geográficas e os primórdios da comunicação mais aberta. Gerentes de spa estão saindo de seus “buracos” e compartilhando informações livremente uns com os outros para ver como os seus spas estão trabalhando em comparação com o resto. Prevemos que esta tendência continuará a crescer em 2015.

7. Crescente interesse na experiência do usuário
Há muitos anos o mundo digital abraçou o conceito de Experiência do Usuário, mas a indústria de spa (entre outras indústrias) tem sido lenta para recuperar o atraso. No entanto, estamos percebendo uma mudança na forma em como spas estão fazendo negócios. A abordagem centrada no negócio de fazer o que você quer porque você acha que vai funcionar, e deixando de lado o consumidor, está começando a parecer antiquada.
Em mercados cada vez mais competitivos, nós prevemos que os spas serão muito mais envolvidos com seus consumidores. Satisfação do cliente e Indicadores de desempenho, por exemplo, tende a aumentar. Nós também esperamos ver uma crescente sofisticação na forma que a experiência do usuário é monitorada.

Especialistas no tema, Jakob Nielsen e Don Norman discutem como criar uma ótima experiência de usuário:
“O primeiro requisito para uma experiência de usuário exemplar é atender as necessidades específicas do cliente, sem confusão ou incômodo. Em seguida, vem a simplicidade e elegância de produzir produtos que são uma alegria para quem os possuem e usufruem. A verdadeira experiência do usuário vai muito além de dar aos clientes o que eles dizem que querem. A fim de alcançar a experiência do usuário de alta qualidade, devem haver, nas ofertas de uma empresa, uma fusão perfeita entre os serviços de várias disciplinas, incluindo engenharia, marketing, design gráfico e industrial, e design de interface.”
Por exemplo, nós esperamos ver maiores cuidados em situações de Experiência de Usuários como estas:
1. Colocar o spa na parte menos atraente do resort ou hotel. Normalmente, nós ainda vemos spas em porões, ou outras áreas “inúteis”. Isso muitas vezes resulta em clientes que têm que caminhar para baixo de escadas, vestindo roupão, sentindo-se desconfortáveis.. Não é um bom começo para o que está destinado a ser uma experiência de luxo.
2. Má sinalização,
3. Armários sem espaço suficiente. Este é um problema que diminui a satisfação do cliente com o spa.
4. Falhas de isolamento acústico. É muito desagradável, para os clientes que estão tentando relaxar, ouvir conversa de outra pessoa ou o som de pessoas andando para cima e para baixo um corredor.
5. Leitos de tratamento que são demasiado estreitos, pequenos e desconfortáveis, o que leva os clientes a ter uma experiência nada satisfatória.

3

8. Software para Spa não é mais um luxo
Como a indústria de spa está se tornando cada vez mais sofisticada, utilizar papel e lápis para agendamentos para spas em breve se tornará obsoleto.
Proprietários de Spa e hoteleiros estão percebendo cada vez mais que investir em software para spa traz inúmeros benefícios:
1. Melhora a produtividade. Um sistema de software permite que você tenha tudo (reservas, controle de estoque, as preferências dos clientes, e assim por diante) em um só lugar, e libera tempo dos seus funcionários para que eles possam se concentrar no que é importante – promover o seu negócio e oferecer um serviço contínuo para o seu hóspedes.
2. Visibilidade do negócio em tempo real. A capacidade de tirar relatórios que lhe dão uma visão concisa do desempenho do seu negócio lhe permite estar no controle da sua empresa.
3. A personalização de serviços. Com apenas um clique, você pode acessar as preferências de seus hóspedes em termos de tipo de tratamento, terapeuta, óleo de massagem, e assim por diante, incluindo lembretes para ocasiões especiais. Isso dá a sua equipe uma oportunidade para criar experiências de spa incríveis para seu cliente e recomendar produtos de acordo com as suas necessidades de bem-estar.
4. Marketing eficaz. Com alertas automáticos de mídia social, sistemas de software spa permitem a você promover o seu negócio de forma mais eficaz, adaptando suas iniciativas de vendas de acordo com o seu mix de clientes.
5. Privacidade dos hóspedes. Sistemas de software para Spas permitem o acesso a informações dos hóspedes de maneira controlada, assim os usuários podem ver apenas o que eles precisam saber para realizar o seu trabalho. Isso permite que você mantenha a integridade de seus hóspedes e suas informações médicas.

Portanto, a nossa previsão para 2015 é que a questão não será: “Devemos usar software spa?”, Mas “Qual software spa devemos usar?”

9. O aumento da importância da credibilidade e a comprovação científica
Boca-a-boca tem sido sempre uma forma importante para spas de se introduzirem no mercado e isso não vai mudar. Em vez de recomendar um spa a um amigo por telefone ou pessoalmente, os clientes estão propensos a usar as mídias sociais ou enviar e-mail para contar aos amigos, a família, a sua rede mais ampla, e até mesmo completos estranhos, sobre a sua grande experiência de spa.
Veremos também uma grande necessidade de spas mostrarem a sua credibilidade em vez de apenas falar sobre isso. Qualquer um pode dizer que seu spa é brilhante; isso não significa nada e os clientes, cada vez mais exigentes, sabem disso. O importante é fornecer provas credíveis de clientes e profissionais do setor que avaliaram seu spa. Por exemplo, coletando depoimentos genuínos com uma foto e nome vai oferecer provas credíveis de que o seu spa é bom.
Prêmios da indústria podem tranquilizar seus clientes e provar que o seu estabelecimento é de alto nível. Artigos de imprensa podem também “provar” a qualidade do seu spa.
Os clientes também estão ficando um pouco mais exigentes em termos de querer a prova de que um novo tratamento vai realmente funcionar. Vamos ver evidências de um maior desempenho no papel das operações diárias, já que os consumidores exigem essa evidência. Esta é uma tendência que tem sido constantemente reforçada ao longo dos últimos anos. Em 2012, vimos o lançamento de Evidence Wellness, o primeiro portal no mundo que fornece comprovações médicas para tratamentos de spa e bem-estar.

Em 2015, os spas terão de entender a ciência por trás de seus produtos e tratamentos, e se certificarem de que eles fazem o que eles dizem. Nós esperamos ver mais conceitos como os desenvolvidos pela ESPA no Corinthia Hotel, onde os hóspedes podem desfrutar de programas de estilo de vida revolucionários, detox, sono, perda de peso, gravidez e vitalidade em geral.

10. Aumento de terapeutas por hóspedes
Assim como a divisão de alimentação e bebidas na indústria hoteleira trabalha duro para atrair chefs convidados, nós também vamos ver terapeutas e profissionais convidados, que são especialistas em determinadas terapias, assumindo a liderança.

Nos departamentos de alimentação e bebidas de hotéis, há uma tendência crescente para a construção de uma forte campanha de marketing e vendas em torno de um famoso chef que trabalha em outro hotel, mas será um ‘chef convidado “em seu hotel por um determinado período. O chef do hotel recebe muita publicidade; o hotel começa a mostrar que seu restaurante serve comidas excelentes e pode atrair grandes chefs.
Os principais investidores de hoteis termais estão imitando esta tendência,e prevemos que ela vai se tornar ainda mais popular em 2015. Isto porque um número significativo de clientes estão à procura de um certo tipo de terapia ou um terapeuta conhecido, ao invés de só um spa comum.

Estes são os nossos principais tendências de negócios 10 spa para 2015.

5